sábado, 5 de março de 2011

Bolos e bolinhos

Aqui há uns tempos fui comprar uns bolinhos para adoçar o bico à minha Tina.
Entrei na pastelaria, dirijo-me ao rapaz que está na caixa de pré-pagamento e aqui sublinho o facto de ser pré-pagamento e digo:

Eu:       - Bom dia, quero três bolos, por favor.
Caixa:  - Três bolas, é? Três bolas de berlim?
Eu:       - Não, são três bolos mas são outros.
Caixa:  - Quais?
Eu:       - Este, hm... e... hm... este, e...
Caixa:   - Manel, atende aqui este senhor.
Manel:  - Sim?
Eu:       - Quero três bolos por favor.
Manel:  - Quais são?
Eu:       - (Enquanto aponto) Este, este e hm... hm... deixa cá ver... este.

O Manel vira-se para o rapaz do balcão que não tinha mais ninguém para atender e esteve o tempo todo a olhar para nós e diz enquanto aponta:

Manel:  - Olha, são três bolos, este e este e... hm... qual era?
Eu:        - Este.

O rapaz do balcão vai com muita calma buscar uma caixinha, leva o seu tempo para a montar e entretanto o Manel vai atender nas mesas, o rapaz do balcão mete um bolo dentro da caixa e pára. Eu espero enquanto olho para ele, ele olha para mim enquanto espera... eu pergunto-me de que estaremos à espera, ele também deve perguntar algo a si próprio, mas eu não sei o quê, continuo à espera e ele continua à espera. Até que aparece o Manel e o rapaz do balcão pergunta:

Balcão: - Quais são os bolos do senhor?
Manel:  - Este, este e... hm... qual era?
Eu ainda estou atordoado por ter estado aquele tempo todo à espera que o Manel nos viesse dizer quais eram os bolos que eu queria... mas digo 'Este aqui' enquanto aponto para o bolo que faltava.

Uma pessoa normal já fica a pensar 'poxa... até parece que não falam a mesma lingua' mas a história não acaba aqui. O Manel vira-se para o rapaz da caixa e diz:

Manel:  - Olha, foi um bolo destes, e... hã... hm... acho que outro destes... e... hm... 
Caixa:   - São três de 'pastelaria diversa', não é?

Tudo seria tão facil se eu soubesse dizer logo à partida que queria três de 'pastelaria diversa'.

Até outro dia,
Bernardo.